0
  Sistema   Email

Historia

O bairro Centro reúne os registros mais antigos da história do desenvolvimento e instalação da cidade de Curitiba, agregando a memória das primeiras
composições de povoação e organização do município. As origens de Curitiba posicionam-se ao período seiscentista (séc. XVll), época em que Eleodoro Ébano
Pereira, Administrador das Minas do Distrito do Sul, despachou ato formal em ofício de 1649, referente às expedições nas minas da Capitania. O antigo Centro
recebeu o núcleo de ocupação que veio transferido das imediações do rio Atuba, resultante da anterior implantação de arraiais de faiscadores e mineradores. No
local foi erguida uma capela e tornou-se a praça central do povoado (Praça Tiradentes), dando origem à Curitiba. Em 1668 o então Capitão-Mor da Capitania de
Paranaguá, Gabriel de Lara, deferiu os requerimentos dos povoadores de Curitiba autorizando levantamento do Pelourinho, em sinal de posse, poder público e
símbolo de autoridade d’El Rey e com isso consolidando a povoação de Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais. Em 29 de março de 1693, vinte e cinco anos
após a instalação do Pelourinho, foi dada origem à fundação oficial da Vila de Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais. A Vila de Curitiba ficou politicamente
organizada, a Câmara Municipal foi composta, com eleição e posse das primeiras autoridades de administração e justiça. Na segunda metade do século XVlll a
Freguezia da Vila de Curitiba era composta por duas Companhias de Milícias e cuja área central figurava como “Bairro Cidade”, pertencente à primeira
Companhia. Em 1842 a Vila de Curitiba foi elevada à categoria de cidade. O núcleo central estava em torno do Largo da Matriz (atual Praça Tiradentes). Foi
somente em 1853, através da Lei Imperial nº 704, que a antiga Comarca de Curitiba elevou-se à categoria de Província do Paraná e a cidade de Curitiba foi
designada como capital da nova Província no primeiro ato da Assembléia Legislativa Provincial, em 26 de julho de 1854. O então jornal Dezenove de Dezembro
publicou em 1854 o seguinte: “Tem a cidade de Curitiba 27 Quarteirões,” estando entre eles o Quarteirão da Cidade, que correspondia ao centro urbano. O
Centro transformou-se de acanhada aglomeração de casas e ruas estreitas iluminadas à lampião, entre plantações e criações, para um perímetro espacial
urbanizado dotado de infra-estrutura. A partir da década de 1940, o Centro adquiriu nova feição com a implantação de planos urbanísticos que contemplaram de
forma abrangente a organização da cidade. Ficou consolidado como referência de bairro e ao mesmo tempo registra a memória das origens de Curitiba.

Caximba

Cascatinha

Capão da Imbuia

Campo de Santana

Campo Comprido

Campina do Siqueira

Cajuru

Cachoeira

Cabral

Butiatuvinha

Boqueirão

Bom Retiro

Open chat